TRF1 contratará portadores de necessidades especiais

    Cadeirante1
    O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) deu um passo importante na busca por uma sociedade mais igualitária. O TRF1 firmou parceria com a Associação de Centro de Treinamento de Educação Física Especial (Cetefe) para a contratação de portadores de necessidades especiais que irão prestar serviços ao tribunal. O objetivo da parceria é facilitar a inclusão social de jovens portadores de necessidades especiais no mercado de trabalho.

    O diretor-geral do TRF1, Silvio Ferreira, recebeu o coordenador da Cetefe, professor Ulisses de Araújo, acompanhado de Thiago Souza e de Neuriedson da Silva Costa, ambos atletas. Thiago Sousa é atleta cadeirante e estudante do curso de Direito. Com a contratação de seus serviços pelo TRF1, o jovem vê um futuro brilhante dentro e fora do esporte. "Essa será a minha primeira experiência profissional e isso exige responsabilidade. Pretendo dar ao Tribunal o meu melhor, assim como dou o meu melhor quando estou em uma competição", afirmou. Thiago coleciona medalhas por onde passa. Ao todo são mais de 300; a primeira de ouro foi conquistada logo em sua estreia, em 2005, na África.

    Neuriedson da Silva Costa é o atual recordista brasileiro no salto a distância. Também contratado pelo tribunal, o atleta sente-se honrado com o novo emprego. "A partir de agora minha vida passará por uma mudança importante. É uma oportunidade de ser reconhecido também no mercado de trabalho e isso possibilitará uma maior independência financeira", ressalta.

    O professor Ulisses de Araújo afirma que essa parceria com o tribunal, além de incentivar a inclusão dos jovens talentos, servirá para subsidiar inscrições em campeonatos, viagens e equipamentos para os atletas. "É uma possibilidade de reintegração, de valorizar o trabalho de pessoas que, apesar das limitações físicas, trabalham muito. Dão o melhor de si", afirmou o coordenador da Cetefe.

    A vigência do contrato firmado entre o tribunal e a associação será de 12 meses, com o objetivo de capacitar jovens para que trabalhem na parte de digitalização de processos. Ao todo, 50 portadores de necessidades especiais serão contratados e, conforme o diretor-geral Silvio Ferreira, 10 profissionais serão cedidos para a Seção Judiciária do Distrito Federal.

    "É um momento muito importante para o tribunal. Poder contar com a mão-de-obra qualificada de portadores de necessidades especiais vem ao encontro do Projeto TRF Socioambiental, com a digitalização. Essa contratação possibilitará a inclusão desses jovens na sociedade, de forma igualitária, dentro de um projeto de vanguarda da Justiça Federal", afirmou.

    O diretor-geral enfatizou, ainda, que "com a implantação do processo digital e com o sucesso de iniciativa semelhante do Superior Tribunal de Justiça (STJ) com portadores de necessidades especiais, decidimos contratar também essa força de trabalho. Aqui estão pessoas saudáveis, vencedoras e que procuram se superar sempre", concluiu.

    Fonte: Assessoria de Comunicação Social do TRF1

    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00
    TV Diário
    Terça-Feira às 00h45

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Informativo Ajufe
    Setembro de 2017

    Nesta edição, os 45 anos de fundação da Associação são homenageados. Além disso, o informativo traz também as últimas atividades realizadas pela Ajufe em 2017.

    Revista Direito Federal
    Revista de Direito Federal nº 96

    Nesta 96ª edição, a Revista Direito Federal disponibiliza os trabalhos individualmente, por autor. 

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 11

    Juízes federais que escrevem além das sentenças: em verso, rima, ritmo e métrica.

    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org