Morro da Providência será o primeiro do Rio a contar com JEF itinerante


    morro_da_providencia
    Os moradores do Morro da Providência, na zona portuária da capital fluminense, serão os primeiros cidadãos a serem beneficiados com a atuação do juizado especial itinerante da Justiça Federal da 2ª Região, que abrange os Estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo. Neste final de semana, servidores da instituição estiveram na Vila Olímpica da Gamboa para prestar informações sobre direitos previdenciários, analisar documentos e dar entrada em processos judiciais pedindo a concessão de benefícios, aposentadorias e pensões do INSS.

    O evento serviu como preparação para a participação da Justiça Federal da 2ª Região na Ação Global, que será realizada na própria vila olímpica, no dia 22 de maio. Na data, acontecerá a edição nacional anual do projeto que é fruto de parceria entre o sistema Sesi/Firjan e as Organizações Globo, e que inclui diversos serviços com foco na cidadania de comunidades do interior ou de regiões urbanas carentes.

    Em março deste ano, a Polícia Militar começou a fazer incursões para ocupar o Morro da Providência e implantar no local uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). Responsável pela Coordenadoria dos Juizados Especiais Federais da 2ª Região (Coordjefs, um órgão que pertence ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região), a desembargadora federal Liliane Roriz destaca que, embora o Morro da Providência ainda não esteja efetivamente livre do tráfico de drogas (que é o principal objetivo das UPPs), a instalação do juizado itinerante passa uma importante mensagem: a de que “uma vez concluída a pacificação, o Estado finalmente se faz presente, inclusive através do Poder Judiciário”. Para a magistrada, além de garantir o acesso individual dos moradores à justiça, a criação do juizado itinerante tem valor simbólico, sinalizando para as comunidades carentes “a importância que elas têm no organismo social como um todo”.

    Para participar, basta que o cidadão compareça na Vila Olímpica da Gamboa, nesses dois dias, dentro do horário de atendimento, com os documentos necessários. Além dos servidores da Justiça Federal, haverá uma equipe do INSS orientando a população local. Vale lembrar que o atendimento não será restrito aos moradores da Providência, embora a previsão seja de que principalmente pessoas do entorno, como o Santo Cristo e Morro do Pinto, beneficiem-se com a presença do juizado. No dia 22 de maio, quando ocorrerá a Ação Global, entre 20 e 25 juízes federais deverão conduzir audiências para tentar formalizar acordos com o INSS ou – se não houver acordo -  sentenciar os processos que forem iniciados em abril.

    A Vila Olímpica da Gamboa fica na rua União, sem número. Outras informações sobre o Juizado Especial Federal Itinerante da 2ª Região podem ser obtidas no telefone 3261-8727, ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

    Texto: Assessoria de Comunicação do TRF2
    Foto: Divulgação
    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00
    TV Diário
    Terça-Feira às 00h45

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Informativo Ajufe
    Setembro de 2017

    Nesta edição, os 45 anos de fundação da Associação são homenageados. Além disso, o informativo traz também as últimas atividades realizadas pela Ajufe em 2017.

    Revista Direito Federal
    Revista de Direito Federal nº 96

    Nesta 96ª edição, a Revista Direito Federal disponibiliza os trabalhos individualmente, por autor. 

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 11

    Juízes federais que escrevem além das sentenças: em verso, rima, ritmo e métrica.

    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org