CNJ flagra irregularidades no presídio de Marituba

    Presos dormindo no calor e sem colchão. Essa foi uma das constatações feitas pelos juízes federais em visita aos presídios da região metropolitana de Belém. No Presídio Metropolitano de Marituba o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) chegou sem avisar recolhendo as informações oficiais.

    As primeiras informações são a quantidade de presos, quantos trabalham, quantos estão doentes, logo após seguem para dentro dos grandes muros do presídio de Marituba para ver de perto a realidade do sistema carcerário do Pará. A maioria das celas não tem energia elétrica com a escuridão tomando conta do local. O calor é uma das principais reclamações dos detentos.

    Os principais problemas encontrados são a superlotação, falta de higiene, prédio em situações precárias e a alimentação feita perto do ralo, que não tem tampa. Segundo o detento Wilson Rodrigues até baratas já foram encontradas dentro da comida.

    E não é só esse inseto que comprova a má higiene do presídio, dezenas de ratos circulam no esgoto ao ar livre e pela encanação chegam às celas e quando os presos estão dormindo acabam sendo mordidos pelos roedores.

    Para o coordenador geral do sistema penitenciário do Pará, Guilherme Tavares, os presos contribuem para a falta de higiene, pois eles possuem as três refeições diárias e não limpam as celas.

    Na penitenciária de Marituba mais de 600 homens estão presos em situações precárias. Cada um desses detentos custa R$ 900,00 para o Governo. Mas devido o caos instalado nos presídios paraenses, a cada 10 homens soltos, sete acabam voltando para as celas do presídio.

    A Superintendência de presídio estuda medidas de resolução do problema.

    Fonte: Diário do Pará Online

    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00
    TV Diário
    Terça-Feira às 00h45

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Informativo Ajufe
    Setembro de 2017

    Nesta edição, os 45 anos de fundação da Associação são homenageados. Além disso, o informativo traz também as últimas atividades realizadas pela Ajufe em 2017.

    Revista Direito Federal
    Revista de Direito Federal nº 96

    Nesta 96ª edição, a Revista Direito Federal disponibiliza os trabalhos individualmente, por autor. 

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 11

    Juízes federais que escrevem além das sentenças: em verso, rima, ritmo e métrica.

    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org