JF libera sigilo telefônico de acusados de vazar prova do Enem

    A Justiça Federal em SP decretou anteontem a quebra do sigilo telefônico dos cinco acusados pelo vazamento do Enem em 2009.

    O objetivo é checar as ligações dos acusados na época do vazamento para saber se o esquema foi combinado.

    No interrogatório à PF, em 2009, os três acusados de levar a prova da Gráfica Plural (parceria do Grupo Folha e da Quad Graphics) -Felipe Pradella, Filipe Ribeiro e Marcelo Sena- afirmaram que só tinham contato no trabalho.

    Uma testemunha de acusação, porém, disse à Justiça que eles já se conheciam.

    A defesa de Pradella diz que a quebra vai esclarecer "quem ligou para quem" na época.

    Marco Aurelio Toscano da Silva, advogado de Sena, diz acreditar que a medida reforça a defesa, pois ele já deixou claro à PF que conhecia os outros acusados, mas nega o crime.

    Ralfi da Silva, que defende Camillo, não quis se manifestar. Os advogados de Ribeiro e Rodrigues não foram localizados pela reportagem.

    Fonte: Folha de S. Paulo

    Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/AJUFE_Brasil
    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00
    TV Diário
    Terça-Feira às 00h45

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Informativo Ajufe
    Setembro de 2017

    Nesta edição, os 45 anos de fundação da Associação são homenageados. Além disso, o informativo traz também as últimas atividades realizadas pela Ajufe em 2017.

    Revista Direito Federal
    Revista de Direito Federal nº 96

    Nesta 96ª edição, a Revista Direito Federal disponibiliza os trabalhos individualmente, por autor. 

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 11

    Juízes federais que escrevem além das sentenças: em verso, rima, ritmo e métrica.

    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org