Justiça Federal marca audiência para implantação do SMS de emergência

    A Justiça Federal marcou audiência de conciliação sobre o uso do serviço de SMS para emergências da Política Militar (190) e do Corpo de Bombeiros (193) com representantes da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e do Ministério Público Federal. O MPF tenta, desde maio deste ano, implantar o serviço, para atender especialmente a pessoas surdas ou portadoras de deficiências auditivas e de fala. Mas ele ainda deve demorar. A reunião foi marcada pela Justiça para o ano que vem, no dia 19 de janeiro.

    A data foi fixada pela juíza federal Diana Brunstein, da 7ª Vara Cível Federal, para que as partes avaliem se foi "viabilizado o cronograma" de atividades para tornar o serviço operacional. Em setembro (dia 22), o juiz federal substituto Douglas Camarinha Gonzales já havia determinado que a Anatel apresentasse o cronograma, com indicação específica das datas, para integração dos sistemas das operadoras de telefone celular e os sistemas utilizados pela PM e pelos bombeiros.

    Na ocasião, o juiz observou que a Resolução n.º 477/2007, que regulamenta o serviço móvel pessoal (SMP), não trata do uso do SMS na forma e alcance requeridos pelo MPF. Para Gonzales, a questão deve ser regulada de modo a não deixar margem a "obscuridade ou interpretações tortuosas". Ou seja, entre outras providências, a Anatel precisa estabelecer uma regulamentação específica, que indique, inclusive, quem paga pelo serviço, que precisa ser gratuito, a exemplo do que já acontece nas chamadas de interesse público feitas por voz.

    Em maio, o MPF pediu à Justiça uma regulamentação da Anatel; em julho, uma decisão federal solicitou à agência que a fizesse, dando prazo de 60 dias. Segundo fontes do MPF, esse prazo não foi cumprido. Por isso, em agosto, o Ministério voltou à Justiça, para reclamar que a liminar não estava sendo obedecida. Em outubro, uma nova decisão determinou à Anatel que apresentasse um cronograma em cinco dias. E, agora, a Justiça chama as partes para, exatamente, discutir esse cronograma.

    Na Polícia Militar de São Paulo já está praticamente tudo pronto para o SMS de emergência, segundo declarações feitas na semana passada pelo tenente-coronel Alfredo Deak Júnior, durante o Futurecom, evento sobre telecomunicações que aconteceu na capital. Uma das questões a serem resolvidas, contudo, dizia ele, era a necessidade de só oferecer o SMS emergencial para números pré-cadastrados para evitar sobrecarga da base de dados.

    Fonte: IDG Now!

    Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/AJUFE_Brasil
    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00
    TV Diário
    Terça-Feira às 00h45

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Informativo Ajufe
    Setembro de 2017

    Nesta edição, os 45 anos de fundação da Associação são homenageados. Além disso, o informativo traz também as últimas atividades realizadas pela Ajufe em 2017.

    Revista Direito Federal
    Revista de Direito Federal nº 96

    Nesta 96ª edição, a Revista Direito Federal disponibiliza os trabalhos individualmente, por autor. 

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 11

    Juízes federais que escrevem além das sentenças: em verso, rima, ritmo e métrica.

    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org