Audiência do caso Congonhas continua em março

    Foi realizada na último terça-feira (30) a audiência de tentativa de conciliação no caso do aeroporto de Congonhas em que foi discutida, entre outros pontos, o horário de operação dos voos.

    A audiência foi realizada das 14h às 19h30, no auditório do Fórum Pedro Lessa, na avenida Paulista, nº 1682, e foi presidida pelo juiz federal substituto da 2ª Vara Federal Cível, Paulo Cezar Neves Junior.

    Como não houve conciliação, outra audiência foi marcada, para o dia 3/3/2011.

    Entre outros pontos, os seguintes fatores ficaram acordados:

    1) as medidas restritivas já em vigor a respeito da checagem de motores no aeroporto de Congonhas desde 20/1/2010 estão a contento e devem ser objeto do acordo, ou seja, realização limitada ao horário das 9 as 17 horas, de segunda a sexta, e das 10 às 16 horas aos sábados, domingos e feriados, apenas na pista auxiliar (17L/35R) próximo à via de taxiamento “Charlie”, anexo I, acrescentando-se que devam ser informados os passageiros sobre essas limitações quando atrasos e cancelamentos decorrerem dessas regras, bem como que as reclamações por descumprimento possam ser encaminhadas à ouvidoria da Infraero por telefone;

    2) até o momento, não foi possível alcançar acordo quanto à limitação do funcionamento do aeroporto de Congonhas das 7 às 23 horas, mas há interesse no prosseguimento das tratativas a respeito;

    3) as partes concordaram que a ANAC, em conjunto com o DECEA (Departamento de Controle do Espaço Aéreo) realize estudos sobre a possibilidade ou não de alteração de procedimentos de pouso e de decolagem no aeroporto de Congonhas com vistas à redução do ruído nas cercanias, até o dia 31/5/2011;

    4) a ANAC, o DECEA, A Infraero e as companhias rés apresentarão estudos sobre a possibilidade ou não de limitação do horário do funcionamento do aeroporto entre 7 e 23 horas, inclusive quanto à possibilidade de redistribuição dos “slots” de 6 às 7 horas nas demais horas de funcionamento do aeroporto. Esses estudos deverão ser apresentados com fundamentos de suas conclusões até a data da próxima audiência, sendo que a ANAC e a Infraero deverão apresentar nos autos seus estudos até o dia 25/2/2011 para que as companhias aéreas possam complementar seus trabalhos até a data da audiência;

    5) as conclusões das companhias aéreas deverão ser apresentadas de forma individualizada, informando os impactos a que cada uma estaria exposta.

    O juiz Paulo Neves Junior designou para o dia 3/3/2011, às 14 horas, a continuação da audiência de tentativa de conciliação, no Fórum Pedro Lessa, avenida Paulista, 1682.

    Fonte: Seção Judiciária de São Paulo
    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00
    TV Diário
    Terça-Feira às 00h45

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Informativo Ajufe
    Setembro de 2017

    Nesta edição, os 45 anos de fundação da Associação são homenageados. Além disso, o informativo traz também as últimas atividades realizadas pela Ajufe em 2017.

    Revista Direito Federal
    Revista de Direito Federal nº 96

    Nesta 96ª edição, a Revista Direito Federal disponibiliza os trabalhos individualmente, por autor. 

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 11

    Juízes federais que escrevem além das sentenças: em verso, rima, ritmo e métrica.

    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org