Juízes federais são premiados pelo Instituto Innovare em solenidade no STF

    Ajufe02A solenidade de entrega do Prêmio Innovare foi realizada nesta sexta-feira (3) no Salão Branco do Supremo Tribunal Federal (STF), em solenidade que reuniu  diversas autoridades do mundo jurídico. O presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), parceira do Innovare, juiz Gabriel Wedy, fez a entrega de menção honrosa ao juiz federal Sérgio Renato Tejada Garcia (foto), do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, pela implantação do “EPROC – Processo Judicial Eletrônico da Justiça Federal da 4ª Região”.

    O EPROC permitiu a virtualização de todos os atos processuais de 1º e 2º graus, permitindo interação de todos os operadores do processo – Polícia Federal, Ministério Público Federal e todas as Procuradorias da União, dos Estados e nos Municípios. Para Wedy, “a Justiça Federal assume importante protagonismo no Poder Judiciário ao implantar e ser premiada por projetos de vanguarda”.O ex-presidente da Ajufe, juiz federal Fernando Mattos, também participou da cerimônia. Ele integra a Comissão Difusora de Práticas.

    A juíza federal Cíntia Menezes Brunetta, da 14ª Vara Federal de Fortaleza (CE), foi a vencedora do Prêmio Innovare na categoria “juiz individual” pela prática “Execução Bate-Pronto – Cumprimento de decisões Judiciais na Era Virtual”.  A prática agilizou o cumprimento das decisões judiciais pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em processos virtuais, eliminando etapas desnecessárias e desburocratizando o procedimento, ao permitir contato direto entre a Justiça Federal e servidores do INSS. Isso retirou do cumprimento das “obrigações de fazer” (fixadas em decisões, sentenças ou frutos de conciliação) toda a intermediação desnecessária, seja de pessoas, ofícios ou comunicações eletrônicas.

    O juiz federal Erivaldo dos Santos foi mais uma vez premiado pelo Instituto Innovare. Desta vez, pelo programa de ressocialização de detentos – o “Começar de Novo”. No ano passado, o magistrado já havia recebido o prêmio pela realização dos “Mutirões Carcerários”, projeto que idealizou e coordenou no âmbito do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O juiz federal afirmou que o prêmio em dinheiro (R$ 50 mil) será doado ao “Começar de Novo”. A experiência brasileira na ressocialização de egressos do sistema carcerário será apresentada pelo juiz Erivaldo à África do Sul e a Moçambique, durante estágio que o magistrado fará no continente africano em fevereiro próximo. 

    Outra prática homenageada pelo Instituto Innovare foi a “A Reforma da Justiça Agrária ou a Justiça na Reforma Agrária”, desenvolvida pelo juiz federal Carlos Henrique Borliddo Haddad, da Vara de Marabá (PA). A prática consiste em solucionar conflitos fundiários em projetos de assentamento destinados à reforma agrária e tem solucionado os graves conflitos existentes na região sul-sudeste do Pará. As audiências deixaram de ser realizadas no fórum e passaram a ocorrer nos locais mais próximos dos fatos, o que evita longos deslocamentos. O comparecimento do juiz ao local dos fatos dispensa a produção de algumas provas que passam a ser essencialmente orais, sem redução a termo e gravadas em mídia; além de conceder ao juiz o contato necessário à melhor elucidação da causa. A prática garante ainda uma simplificação do rito para concentrar os atos processuais, além de permitir que as decisões sejam proferidas logo após a instrução probatória.  

    Texto: Virginia Pardal
    Revisão: Tinna Evangelista
    Foto: Carlos Humberto/SCO/STF
    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00
    TV Diário
    Terça-Feira às 00h45

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Informativo Ajufe
    Setembro de 2017

    Nesta edição, os 45 anos de fundação da Associação são homenageados. Além disso, o informativo traz também as últimas atividades realizadas pela Ajufe em 2017.

    Revista Direito Federal
    Revista de Direito Federal nº 96

    Nesta 96ª edição, a Revista Direito Federal disponibiliza os trabalhos individualmente, por autor. 

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 11

    Juízes federais que escrevem além das sentenças: em verso, rima, ritmo e métrica.

    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org