Juiz de MG diz que decisão sobre Enem cabe à Justiça Federal do CE

    O juiz federal Ricardo Machado Rabelo, da 3ª Vara Federal de Minas Gerais, decidiu nesta terça-feira (7), que a ação civil pública com pedido de liminar da Defensoria Pública da União em Minas Gerais, do dia 2 de dezembro, deve ser julgada pela Justiça Federal do Ceará. A ação pede que o Ministério da Educação abra a possibilidade de nova prova a todos os estudantes que se sentiram prejudicados pelos erros de impressão no gabarito do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

    Segundo a assessoria de imprensa da Justiça Federal de Minas Gerais, o juiz Ricardo Machado Rabelo entendeu que há uma conexão entre os processos judiciais e que a Justiça do Ceará tem competência para julgá-los já que uma ação sobre o Enem foi iniciada naquele estado.

    No dia 8 de novembro, a juíza da 7ª Vara Federal, Karla de Almeida Miranda Maia, aceitou pedido de liminar do Ministério Público Federal do estado que pediu a suspensão do Enem 2010 devido às falhas da prova. O Tribunal Regional Federal da 5ª Região, no Recife, derrubou a liminar.

    Para resolver os problemas, o MEC vai aplicar uma nova prova no dia 15 de novembro aos estudantes prejudicados pelos erros de impressão do caderno amarelo. O Inep informou que os alunos serão convocados até esta sexta-feira (10).

    Fonte: G1

    Ainda, segundo o ministério, todos que pediram a correção invertida do gabarito da primeira prova do exame, aplicada em 6 de novembro, serão atendidos. A possibilidade de correção invertida foi aberta pelo ministério devido a erro de impressão que inverteu os cabeçalhos do cartão de respostas. O MEC, no entanto, não divulgou o número de beneficiados pela mudança na correção.

    Segundo a ação da defensora pública da União em Minas Gerais, Giedra Pinto Moreira, as medidas do MEC para sanar o problema deixaram de contemplar o grupo de estudantes que preencheu o gabarito de duas formas, primeiro seguindo o cabeçalho e depois seguindo a numeração, após recomendação dos fiscais. A ação dá exemplos de estudantes que preencheram o gabarito desta forma.

    Por meio da assessoria de imprensa, o MEC disse, na quinta-feira (2), que "cumprirá fielmente a decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, o quê, na sua opinião, esgota o assunto". Decisões do TRF da 5ª Região foram favoráveis às medidas do MEC para sanar os problemas de impressão da prova.

    A Justiça Federal do Ceará foi procurada para comentar o assunto, mas não foi encontrada.
    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00
    TV Diário
    Terça-Feira às 00h45

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Informativo Ajufe
    Setembro de 2017

    Nesta edição, os 45 anos de fundação da Associação são homenageados. Além disso, o informativo traz também as últimas atividades realizadas pela Ajufe em 2017.

    Revista Direito Federal
    Revista de Direito Federal nº 96

    Nesta 96ª edição, a Revista Direito Federal disponibiliza os trabalhos individualmente, por autor. 

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 11

    Juízes federais que escrevem além das sentenças: em verso, rima, ritmo e métrica.

    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org