Participantes do mutirão Judiciário em Dia se reúnem com ministro Francisco Falcão

    Autoridades cogitam exportar a experiência do regime de mutirão para outros Tribunais

    O presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, desembargador federal Roberto Haddad; a corregedora regional da 3ª Região, Suzana Camargo; os coordenadores do mutirão “Judiciário em Dia”, desembargador Vladimir Passos de Freitas (CNJ), a juíza federal Mônica Aguiar (CJF) e doze juízes federais que participam da iniciativa reuniram-se na tarde de ontem, 31/1, com o corregedor-geral da Justiça Federal, ministro Francisco Falcão.

    Os magistrados tiveram oportunidade de fazer um rápido balanço dos trabalhos do mutirão e propor algumas medidas visando à consecução de seus objetivos.

    Mais de 31 mil processos já foram julgados até o momento, no entanto, os juízes das turmas previdenciárias sugerem a redução do número de sessões de julgamento, que hoje são em duas mensais, para apenas uma, já que a maioria dos processos têm sido resolvidos com decisões monocráticas. O ministro delegou a análise dessa proposta aos juízes do mutirão.

    Outra proposta efetuada foi a prorrogação do prazo do mutirão até 20 de junho, pelo menos para o cumprimento dos processos relacionados à Meta 2, fixada pelo CNJ, segundo a qual todos os processos distribuídos na Justiça até dezembro de 2005 deveriam ter sido julgados até o final de 2009.

    O ministro Falcão declarou a necessidade de discutir no Conselho da Justiça Federal, na próxima sessão de fevereiro, a ampliação urgente do TRF3, para cerca de 54 desembargadores. Na opinião dos participantes, ampliar os TRFs é mais barato do que criar novos tribunais.

    O presidente do TRF3, Roberto Haddad, assinalou que com o mutirão “Judiciário em Dia”, o número de reclamações contra o tribunal vem se reduzindo geometricamente.

    “Faremos tudo para que este tribunal volte a ter sua importância reconhecida”, afirmou o ministro Francisco Falcão. “Estamos aqui para ajudá-lo”, garantiu Roberto Haddad.

    O desembargador Vladimir Passos de Freitas sugeriu a realização de um seminário sobre gerenciamento de processos, em São Paulo.

    Outro ponto bastante discutido foi a necessidade de ampliar o quadro de servidores que trabalham no mutirão, que têm sido um apoio fundamental. Foi sugerida a convocação imediata de pelo menos mais 12 servidores, que poderão ser recrutados na 1ª Instância ou em outras Subseções da 3ª Região, mediante alguma forma de estímulo. Foi também apontada a possibilidade do pagamento de horas extras aos servidores que têm enfrentado uma verdadeira maratona, trabalhando, inclusive, nos finais de semana. No entanto, essas propostas demandam um exame mais aprofundado.

    Após o término da reunião com o ministro Francisco Falcão, os juízes do mutirão participaram de uma devolutiva de uma pesquisa de clima organizacional realizada entre eles e seus servidores. A finalidade da pesquisa é aperfeiçoar a experiência do mutirão, tida como bem sucedida e passível de exportação para outros tribunais.

    O mutirão “Judiciário em Dia” é uma iniciativa em parceria com o Conselho Nacional de Justiça - CNJ e o Conselho da Justiça Federal - CJF.

    Fonte: TRF-3
    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00
    TV Diário
    Terça-Feira às 00h45

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Informativo Ajufe
    Setembro de 2017

    Nesta edição, os 45 anos de fundação da Associação são homenageados. Além disso, o informativo traz também as últimas atividades realizadas pela Ajufe em 2017.

    Revista Direito Federal
    Revista de Direito Federal nº 96

    Nesta 96ª edição, a Revista Direito Federal disponibiliza os trabalhos individualmente, por autor. 

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 11

    Juízes federais que escrevem além das sentenças: em verso, rima, ritmo e métrica.

    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org