AJUFE defende manutenção de recesso de final de ano

    Com o retorno do projeto de lei que trata do recesso de fim de ano no Poder Juduciãrio para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal, a AJUFE vai insisitir na manutenção do recesso no período de 20 de dezembro a 6 de janeiro. Sobre o tema, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) editou Nota Técnica, a pedido da Ajufe, defendendo que o texto do PL, atualmente no Senado Federal, seja aprovado tal como foi pela Câmara dos Deputados.

    Para garantir que o texto do projeto de lei aprovado na Câmara dos Deputados seja mantido pelo Senado, a Ajufe tem mantido interlocução com as demais entidades representativas da magistratura, do Ministério Público e, especialmente dos servidores, das quais tem recebido apoio nas iniciativas para a defesa do recesso. Nesse sentido, a Ajufe conta com o apoio da Fenajufe e da Federação Nacional dos Servidores do Poder Judiciário da União e do Ministério Público.
    De acordo com informações da Fenajufe, a entidade orientou todos os sindicatos para que procurem as seccionais da OAB nos Estados e as convençam a fechar uma proposta unificada que atenda aos interesses dos servidores, dos magistrados e dos advogados. A reivindicação dos servidores é a de que o recesso seja de 20 de dezembro a 6 de janeiro, a qual atende o interesse de todos, e que, no segundo período, de 7 a 20 de janeiro de cada ano seja incluída nova norma determinando somente a suspensão de prazos e audiências, conforme reivindicado pela OAB.
    Apoio do senador Demóstenes Torres
    O senador Demóstenes Torres, presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, apresentou requerimento, que foi aprovado pelo plenário do Senado, solicitando a devolução do projeto de lei que trata do recesso para novo exame pela CCJ, utilizando os fundamentos das Notas Técnicas nº 2, de 2009, do Conselho Nacional de Justiça e 24, de 2009, da Associação dos Juízes Federais do Brasil – Ajufe.
    Além disso, o senador Demóstenes Torres tem realizado sucessivos encontros para discussão do tema na tentativa de se chegar a um consenso, aos quais a diretoria da AJUFE tem comparecido. A posição da Ajufe sobre o tema é muito clara. “Não somos contra as férias dos advogados, desde que não se altere a sistemática do recesso ou das férias dos juízes”, afirma Fernando Mattos, presidente da entidade.
    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 12

    Agora em formato digital, a edição reúne verdadeiros talentos da Justiça Federal, que mostram seus dons musicais, poéticos, em versos e até em fotografias.

    Agenda Político-Institucional
    Agenda Político-Institucional 2018

    O documento lançado em 2018 reúne as principais demandas legislativas, administrativas e judiciais de interesse da Ajufe, além dos projetos de integração entre associação e o cidadão. O objetivo é dar transparência à estratégia de ações da magistratura federal junto aos Três Poderes e à sociedade.

    Informativo Ajufe
    Março de 2018

    A 38ª edição do Informativo da Ajufe traz as últimas atividades realizadas pela Ajufe entre o final de 2017 e o primeiro trimestre de 2018.

    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org