JEF Itinerante Fluvial vai atender população da Amazônia

    JEF_itinerante_rio_madeira
    A Justiça Federal da 1ª Região já tem datas marcadas para atender de forma itinerante milhares de pessoas que residem às margens do Baixo Rio Madeira, localizada no estado do Amazonas. Esta região será contemplada com a estrutura dos juizados especiais federais itinerantesde 8 a 13 de março, onde serão feitas as atermações, e de 14 a 18 de junho, quando serão realizadas as audiências.

    Para preparar a realização do juizado fluvial, que beneficiará as populações ribeirinhas que vivem na circunvizinhança das localidades de Calama e São Carlos, uma equipe de servidores sob o comando do juiz federal Alexandre Henry Alves esteve na região fazendo o trabalho de divulgação. Esta primeira etapa do projeto consiste em uma visita ao município onde será realizado o JEF Itinerante Fluvial, para promover a divulgação do evento e obter apoio das autoridades políticas e da população local.

    “Nessa fase, busca-se estabelecer parcerias com órgãos da administração municipal e membros da sociedade civil, de modo a dar ampla divulgação da presença da Justiça Federal, utilizando-se, inclusive, toda a mídia local disponível”, explica o juiz Henry.

    De acordo com Alexandre Henry, o trabalho de divulgação foi feito durante quatro dias em uma voadeira (pequena canoa motorizada), que percorreu uma distância de 475 quilômetros e visitou 30 comunidades. “Durante o trajeto, conversei com dezenas de líderes sociais e pude ver de perto as necessidades dessas pessoas. Vi de pertinho gente que não tem acesso aos seus direitos simplesmente porque não tem recursos para ir à cidade ou porque a vida estava documentada apenas na memória, não nos papéis. Gente que só tem acesso à Justiça quando a Justiça vai até ela”, conta o magistrado.

    Os habitantes das regiões ribeirinhas localizadas na Amazônia vão poder pleitear judicialmente direitos contra a União, Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Caixa Econômica Federal, Correios, ou outro órgão federal.

    O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) adotou os juizados especiais federais itinerantes para possibilitar o acesso à Justiça Federal do jurisdicionado carente, de baixa ou nenhuma escolaridade, de forma a ampliar a interiorização da Justiça Federal da 1ª Região.

    Confira aqui fotos da etapa de divulgação do projeto.

    Texto: Jair Cardoso
    Foto: Everton Teixeira

    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 12

    Agora em formato digital, a edição reúne verdadeiros talentos da Justiça Federal, que mostram seus dons musicais, poéticos, em versos e até em fotografias.

    Agenda Político-Institucional
    Agenda Político-Institucional 2018

    O documento lançado em 2018 reúne as principais demandas legislativas, administrativas e judiciais de interesse da Ajufe, além dos projetos de integração entre associação e o cidadão. O objetivo é dar transparência à estratégia de ações da magistratura federal junto aos Três Poderes e à sociedade.

    Informativo Ajufe
    Março de 2018

    A 38ª edição do Informativo da Ajufe traz as últimas atividades realizadas pela Ajufe entre o final de 2017 e o primeiro trimestre de 2018.

    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org