Ajufe está preocupada com anúncio de suspensão de operações da PF

    Policia_federal2
    O presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Gabriel Wedy, reagiu hoje (13) com profunda preocupação à notícia de que as operações da Polícia Federal (PF) estariam suspensas em todo o país em razão de falta de verbas para sua realização. Matéria publicada na Folha de S.Paulo em sua edição de hoje informa que a determinação partiu do diretor-geral da PF, Luiz Fernando Corrêa, após cortes no orçamento da corporação que chegam a R$ 122 milhões.

    Segundo o presidente da Ajufe, a atuação dos magistrados está visceralmente vinculada às conclusões dos inquéritos realizados pela Polícia Federal, por isso, qualquer interrupção nas investigações refletirá diretamente no trabalho da Justiça Federal. “Foi com grande preocupação que recebi a notícia da suspensão das operações", disse Wedy, que já havia agendado um encontro com o diretor-geral da PF para o próximo dia 26, onde seriam discutidas as operações ocorridas em Alagoas e Mato Grosso do Sul que detectaram planos do crime organizado para cometer crimes contra autoridades.

    “Cortes orçamentários não podem inviabilizar um trabalho tão importante quanto o executado pela Polícia Federal, que é a polícia judiciária da Justiça Federal. Os inquéritos da PF fornecem subsídios para atuação de nossa classe, cuja atuação é igualmente fundamental para a vida do país e para o Estado democrático de Direito”, disse o juiz federal Gabriel Wedy. Há ainda um outro aspecto preocupante: agentes da PF trabalham na segurança de vários juízes federais ameaçados de morte. "Se não forem garantidas as condições mínimas de atuação da polícia, a Justiça Federal pouco poderá fazer no combate ao crime organizado e quem sairá perdendo é a própria população", concluiu Wedy.

    Cabe à Polícia Federal, como polícia judiciária da União, apurar infrações penais contra a ordem política e social ou em detrimento de bens, serviços e interesses da União ou de suas entidades autárquicas e empresas públicas, assim como outras infrações cuja prática tenha repercussão interestadual ou internacional e exija repressão uniforme. Também cabe aos policiais federais prevenir e reprimir o tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins, o contrabando e o descaminho, e exercer as funções de polícia marítima, aeroportuária e de fronteiras.


    Texto: Virginia Pardal/Andréa Mesquita
    Foto: A Tribuna/Mato Grosso
    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 12

    Agora em formato digital, a edição reúne verdadeiros talentos da Justiça Federal, que mostram seus dons musicais, poéticos, em versos e até em fotografias.

    Agenda Político-Institucional
    Agenda Político-Institucional 2018

    O documento lançado em 2018 reúne as principais demandas legislativas, administrativas e judiciais de interesse da Ajufe, além dos projetos de integração entre associação e o cidadão. O objetivo é dar transparência à estratégia de ações da magistratura federal junto aos Três Poderes e à sociedade.

    Informativo Ajufe
    Março de 2018

    A 38ª edição do Informativo da Ajufe traz as últimas atividades realizadas pela Ajufe entre o final de 2017 e o primeiro trimestre de 2018.

    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org