Presidente da Ajufe envia representante para acompanhar caso de juiz federal baleado em rodovia

    canavieirasO presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Gabriel Wedy, pediu ao secretário-geral da entidade, juiz federal José Carlos Machado Júnior, que acompanhe de perto a recuperação do juiz federal da subseção de Eunápolis, na Bahia, Márcio Mafra Leal Júnior, baleado na noite desse domingo (15) ao sofrer uma suposta tentativa de assalto.

    “Tudo indica que tenha sido uma tentativa de roubo da moto, sem ligação com o fato de ser juiz federal. Mas não se descarta a possibilidade de tentativa de homicídio, já que Mafra tem atuado em processos que envolvem interesses de grupos poderosos da Bahia”, apontou o presidente da Ajufe. Wedy afirmou, ainda, que tomará providências junto ao Ministério da Justiça e Polícia Federal em relação ao caso.

    Histórico

    Mafra conduzia sua moto Honda 600 cilindradas na Rodovia BA-001, próximo ao município de Aratuípe, quando a alguns quilômetros de Valença, dois indivíduos se aproximaram numa outra moto e, sem nada anunciar, dispararam, pelas costas, um tiro à queima roupa contra o juiz. O tiro atingiu o braço de Mafra, que ainda assim conseguiu manter a moto na estrada e fugir dos bandidos. Ele ainda foi perseguido por cerca de três quilômetros, quando os bandidos ainda atiraram mais duas vezes, mas a moto do juiz federal era mais rápida, facilitando a fuga.

    Uma das balas atravessou o braço do juiz que, mesmo ferido, conseguiu pilotar até o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no Trevo do Guaibim, em Valença.

    O magistrado foi levado para a Santa Casa de Misericórdia, onde está internado em observação, aguardando transferência para Salvador. O juiz, que durante entrevista a uma rádio local classificou o crime como tentativa de assalto, disse que costuma passar pela BA-001 quando viaja de Salvador, onde mora, para Eunápolis, onde trabalha. Ele acredita que os bandidos estariam interessados na moto, segundo dito à rádio.

    O diretor da Subseção da Justiça Federal em Eunápolis, Sérgio Lima, afirmou ao jornal “A Tarde” que o juiz nunca recebeu ameaças graves. “Já houve alguns casos, mas nada que seja anormal”. A delegada federal Eva Bianca Santos Costa, de Porto Seguro, informou que o juiz nunca solicitou que lhe fosse dada segurança pessoal por parte da Polícia Federal.

    Márcio Mafra trabalha há mais de quatro anos no Judiciário de Eunápolis, além de ensinar no Departamento de Direito Privado da Universidade Federal da Bahia (UFBA).


    Texto: Andréa Mesquita, com informações do jornal “A Tarde” Online
    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 12

    Agora em formato digital, a edição reúne verdadeiros talentos da Justiça Federal, que mostram seus dons musicais, poéticos, em versos e até em fotografias.

    Agenda Político-Institucional
    Agenda Político-Institucional 2018

    O documento lançado em 2018 reúne as principais demandas legislativas, administrativas e judiciais de interesse da Ajufe, além dos projetos de integração entre associação e o cidadão. O objetivo é dar transparência à estratégia de ações da magistratura federal junto aos Três Poderes e à sociedade.

    Informativo Ajufe
    Março de 2018

    A 38ª edição do Informativo da Ajufe traz as últimas atividades realizadas pela Ajufe entre o final de 2017 e o primeiro trimestre de 2018.

    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org