Jornal do Commercio destaca parceria entre a Ajufe e CNJ

    O Jornal do Commercio, do Rio de Janeiro, destaca a parceria entre a Corregedoria Nacional de Justiça e a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) no primeiro projeto da nova corregedora, ministra Eliana Calmon, chamado “Justiça em Dia”.

    O projeto visa alavancar os processos paralisados à espera de julgamento. O projeto-piloto será inicialmente implantado nos Tribunais Regionais Federais, com a parceria do Conselho da Justiça Federal (CJF) e da Ajufe. Posteriormente, a parceria será estendida à Justiça estadual, mais precisamente aos desembargadores, corregedores e presidentes dos Tribunais de Justiça.

    Leia a matéria abaixo:

    Eliana Calmon anuncia novos projetos à frente da Corregedoria

    Dois novos projetos serão adotados pela Corregedoria Nacional de Justiça: o Justiça em Dia, para alavancar os processos paralisados à espera de julgamento; e o de acompanhamento e monitoramento de demandas de grande repercussão para a sociedade. O anúncio foi feito pela nova corregedora nacional de Justiça, a ministra do STJ Eliana Calmon, ao tomar posse na quarta-feira, em Brasília. No que diz respeito à atividade correcional, a ministra disse que o CNJ, por meio da Corregedoria, será implacável com a corrupção, prática a ser banida do âmbito do Poder Judiciário. "Terei tolerância zero", afirmou.

    "Não podemos mais esperar e, na urgência urgentíssima em que nos encontramos, é preciso que todos nós, magistrados, acreditando no Judiciário, passemos a desconstruir o castelo burocrático de um falido sistema de pseudos disciplinados e hipócritas profissionais para, com coragem, não só aceitarmos as mudanças, mas delas também participarmos, quebrando paradigmas na certeza de que, sem um Judiciário eficiente, será inteiramente impossível a funcionalidade estatal", disse a ministra, em seu discurso.

    Segundo a nova corregedora nacional de Justiça, o projeto piloto do Justiça em Dia será criado primeiramente nos tribunais regionais federais, em parceria com o Conselho da Justiça Federal (CJF) e a Associação dos Juízes Federais (Ajufe). O projeto buscará um julgamento rápido ao mesmo tempo em que oferecerá assessoria de gestão individualizada a cada gabinete. Depois, o Justiça em Dia será estendido também a Justiça Estadual para, ao final, "devolver aos julgadores a auto-estima perdida e a credibilidade abalada".

    A ministra Eliana Calmon disse ainda que, como prioridade de sua gestão, nos próximos dois anos à frente da Corregedoria Nacional de Justiça irá fortalecer as escolas de magistratura, "ensinando ao magistrado ser a sua atividade muito maior do que simplesmente dar uma sentença ou assinar um despacho".

    Ao elogiar o trabalho realizado pelo ministro Gilson Dipp, a quem sucede, Eliana Calmon disse que manterá os dez projetos já em andamento, "delineando o perfil da nova administração com o objetivo de modernizar a gestão do Judiciário".

    Para isso, contará com o apoio dos juízes Ricardo Chimenti e Nicolau Lupianhaes Neto, que iniciaram os trabalhos na gestão passada, e do juiz Erivaldo Ribeiro dos Santos, que volta ao CNJ para auxiliá-la, após ter passado pela presidência do Conselho.

    AUXILIARES. Outros dois novos juízes auxiliares farão parte de sua equipe: Agamenilde Dias Arruda Dantas, titular da Vara de Família de João Pessoa (PB), e Júlio César Machado de Melo, juiz de Florianópolis (SC). Também farão parte da equipe da ministra, como assessores especiais, os desembargadores Vladimir Passos de Freitas (TRF-4) e Silvio Marques Neto, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP). Ao declarar empossada a ministra no cargo de corregedora nacional de Justiça, o presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal, ministro Cezar Peluso, lembrou que, como magistrada de carreira, ela conhece bem os pecados, as ineficiências e disfunções do Judiciário, mas ressaltou que a ministra tem a sensibilidade, determinação e coragem suficientes para aprimorar o trabalho que deu ao CNJ uma imagem nova mediante ações eficientes.
    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 12

    Agora em formato digital, a edição reúne verdadeiros talentos da Justiça Federal, que mostram seus dons musicais, poéticos, em versos e até em fotografias.

    Agenda Político-Institucional
    Agenda Político-Institucional 2018

    O documento lançado em 2018 reúne as principais demandas legislativas, administrativas e judiciais de interesse da Ajufe, além dos projetos de integração entre associação e o cidadão. O objetivo é dar transparência à estratégia de ações da magistratura federal junto aos Três Poderes e à sociedade.

    Informativo Ajufe
    Março de 2018

    A 38ª edição do Informativo da Ajufe traz as últimas atividades realizadas pela Ajufe entre o final de 2017 e o primeiro trimestre de 2018.

    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org