Justiça suspende liminar de tutela antecipada em Araranguá (SC)

    A mãe brasileira, moradora de Araranguá (SC), que disputa na Justiça com o pai norte-americano a guarda da filha do casal, de dois anos, festeja o retorno temporário da criança à casa.

    Na manhã de ontem, o juiz da 2ª Vara Cível da Justiça Federal de Criciúma, Marcelo Cardoso da Silva, proferiu decisão que suspende a liminar de tutela antecipada dada ao pai biológico, no último dia 17, pela Justiça Federal. Agora, a família aguarda o julgamento – ainda sem data marcada – da apelação para obter a guarda permanente no Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, em Porto Alegre (RS).

    A mãe e o atual marido, um brasileiro que ela conheceu quando morava nos EUA, receberam a notícia com surpresa quando faziam a visita autorizada à criança, na manhã de ontem, em um hotel de Criciúma. Desde que o pai norte-americano obteve a guarda da filha e cumpria um período de adaptação, a mãe foi autorizada a ver a menina diariamente durante cinco horas.

    De acordo com a mãe, quando chegou para a visita, ela estranhou a presença do ex-namorado na recepção do hotel, onde ele estava hospedado com a menina sob vigilância da Polícia Federal, e então foi informada pelo assistente do juiz federal que ela receberia a filha de volta.

    – Era sempre uma psicóloga que nos entregava a menina. Como o pai biológico dela estava lá, estranhei. Agora, comemoro. Ela está em casa e isso me dá mais segurança e força para ir até o final. Ainda não acabou – ressaltou a mãe.

    Pai biológico ainda pode recorrer da decisão

    Conforme Mauro Cícero Esmeraldino, o assistente da advogada da família, o pai biológico pode recorrer da decisão e requerer visitas regulares através da Advocacia Geral da União (AGU). Por isso, a advogada Silene Irata, que atua em Curitiba (PR), aguarda “alguma iniciativa da AGU para dar o próximo passo”, explica Esmeraldino.

    A família tenta voltar à normalidade e retomar a rotina em Araranguá. A mãe é dona de casa, e o padrasto, representante comercial. Ele diz que está mais tranquilo e feliz e considera o retorno da enteada “um presente de Deus”, mas teme que o ex-namorado da mulher tente algo contra a família.

    – Gostaria de ter acompanhamento da Polícia Federal até que o pai da menina volte para os Estados Unidos, tenho medo que ele rapte a criança – teme o padrasto.

    Fonte: Diário Catarinense

    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 12

    Agora em formato digital, a edição reúne verdadeiros talentos da Justiça Federal, que mostram seus dons musicais, poéticos, em versos e até em fotografias.

    Agenda Político-Institucional
    Agenda Político-Institucional 2018

    O documento lançado em 2018 reúne as principais demandas legislativas, administrativas e judiciais de interesse da Ajufe, além dos projetos de integração entre associação e o cidadão. O objetivo é dar transparência à estratégia de ações da magistratura federal junto aos Três Poderes e à sociedade.

    Informativo Ajufe
    Março de 2018

    A 38ª edição do Informativo da Ajufe traz as últimas atividades realizadas pela Ajufe entre o final de 2017 e o primeiro trimestre de 2018.

    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org