MTA perde contrato de R$ 19 milhões com os Correios

    A empresa que protagonizou a suspeita de advocacia administrativa e de tráfico de influência na Casa Civil perdeu o contrato de R$ 19 milhões que mantinha com os Correios. Uma decisão do Tribunal Regional Federal (TRF) derrubou uma liminar que mantinha a concessão para que a Master Top Linhas Aéreas (MTA) fizesse o transporte de cargas postais entre Manaus, Brasília e São Paulo. A companhia teve sua licença para voar liberada em tempo recorde pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), supostamente por intervenção de Israel Guerra, filha da ex-ministra Erenice Guerra.

    A MTA havia vencido uma licitação para operar uma linha aérea dos Correios, mas foi desclassificada por não ter apresentado os documentos necessários no processo. A empresa entrou na Justiça e garantiu manter a rota por liminar, derrubada ontem. O caso envolvendo a MTA foi o primeiro de uma série denúncias envolvendo os filhos de Erenice. Seu filho Israel foi acusado de ter influenciado em favor da companhia na intenção de obter mais contratos. Além de Erenice, deixou o cargo o diretor de operações dos Correios, Artur Rodrigues Silva, acusado de ser o representante da MTA no Brasil.

    Ontem, o advogado da campanha do PT à Presidência da República, Márcio Silva, esteve na Polícia Federal explicando que não sabia o teor das reuniões mantidas em seu escritório por envolvidos no escândalo da Casa Civil e descartou qualquer envolvimento no caso. “Eles são investigados. Eu não”, disse Silva, afirmando que o fato não influencia sua função dentro da campanha. No Senado, a falta de parlamentares da bancada governista na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) impediu a convocação de Dilma Rousseff para falar sobre o caso.

    Fonte: Correio Braziliense
    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 12

    Agora em formato digital, a edição reúne verdadeiros talentos da Justiça Federal, que mostram seus dons musicais, poéticos, em versos e até em fotografias.

    Agenda Político-Institucional
    Agenda Político-Institucional 2018

    O documento lançado em 2018 reúne as principais demandas legislativas, administrativas e judiciais de interesse da Ajufe, além dos projetos de integração entre associação e o cidadão. O objetivo é dar transparência à estratégia de ações da magistratura federal junto aos Três Poderes e à sociedade.

    Informativo Ajufe
    Março de 2018

    A 38ª edição do Informativo da Ajufe traz as últimas atividades realizadas pela Ajufe entre o final de 2017 e o primeiro trimestre de 2018.

    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org