Diamantino (MT) inaugura Subseção Judiciária

    Foi inaugurada ontem (22), a instalação da Subseção Judiciária de Diamantino, dentre as autoridades presentes o Presidente do Tribunal Regional Federal da Primeira Região, Desembargador Federal Olindo Menezes, que esteve acompanhado do Diretor do foro da Seção Judiciária do Estado de Mato Grosso, Juiz Federal José Pires da Cunha  

    Fazendo as honras da casa o Prefeito Juviano Lincoln e o Presidente da Câmara, Wilson Pentecoste dos Santos, abrilhantaram o momento que Diamantino escreveu mais uma página de sua rica história.

    "Essa Vara representa a presença da Justiça Federal nesta região, até ontem quem precisava da Justiça Federal tinha que ir para Cuiabá, hoje as pessoas não precisarão mais sair de Diamantino, é uma significação impar na história do Tribunal", garantiu Olindo Menezes.

    Outros municípios pleitearam a Vara da Justiça Federal, o que veio a fazer surgir matérias infundadas na imprensa quanto ao mérito de Diamantino. Para explicar os quesitos que outorgaram a conquista, o Presidente do TRF afirmou ser uma escolha do Conselho da Justiça Federal.

    "Não é questão de ser vitoriosa ou derrotada. Essa tarefa de fixar a Vara foi deixada a cargo do Conselho da Justiça Federal, que atuou com dados econômicos, estatísticos, geopolíticos, e só ele [Conselho] que é o senhor desta questão, ele fixou a Vara em Diamantino e a mim compete instalar".

    Compactuando com o pensamento do Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, o Prefeito de Diamantino também apontou a proeminência que o município vem a ganhar.

    "É um dia histórico. Com certeza vai minimizar grandes problemas na área do Judiciário relativo ao INSS, IBAMA, INCRA, Receita Federal, ou seja, relativo aos órgãos federais. Vai dar para o município uma credencial jurídica maior do que já tem para se tornar cada vez mais um pólo nessa área", lembrou Juviano Lincoln.

    Exteriorizando seu ponto de vista sobre o motivo que levou Diamantino ser contemplado, Lincoln foi enfático. "Geograficamente Diamantino está bem localizado, temos ao redor 20 municípios com não mais que 100 quilômetros, isso foi preponderante para a instalação dessa Vara Federal aqui".

    Prestigiando a inauguração o idealista e ex-gestor municipal, Chico Mendes, concedeu entrevista representando a sociedade diamantinense e conseguiu sintetizar o quão importante é mais esse passo para a história do município.

    "Falo na questão de cidadão diamantinense, [estou feliz] de ver que as coisas continuam acontecer, isso é um ganho social, talvez as pessoas ainda não tenham dimensão do que vai significar essa Vara Federal não para Diamantino, mas para todo o Médio Norte, o alcance social que isso tem. Basta dizer o quanto de nossos aposentados, ou não aposentados ainda, do Alto Paraguai, de Nortelândia, garimpeiros ou ex-agricultores que não tiveram oportunidades se quer por uma razão jurídica e hoje vão poder ter esse alcance. Diamantino ganha, o Médio Norte ganha", frisou Chico.

    O Juiz Federal, José Pires da Cunha, finalizou mencionando sobre a interiorização da Justiça.

    "Alguns anos atrás nós só estávamos na capital, mas o anseio da Justiça Federal é estar onde o cidadão dela necessita. Nesses anos nós fomos para Cáceres, Rondonópolis, Sinop e hoje estamos chegando a Diamantino. No início do próximo ano devemos instalar em Barra do Garças e até 2014 também estaremos em Juína, com essas novas subseções estaremos cobrindo todo Estado de Mato Grosso".

    Fonte: O Expresso MT
    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 12

    Agora em formato digital, a edição reúne verdadeiros talentos da Justiça Federal, que mostram seus dons musicais, poéticos, em versos e até em fotografias.

    Agenda Político-Institucional
    Agenda Político-Institucional 2018

    O documento lançado em 2018 reúne as principais demandas legislativas, administrativas e judiciais de interesse da Ajufe, além dos projetos de integração entre associação e o cidadão. O objetivo é dar transparência à estratégia de ações da magistratura federal junto aos Três Poderes e à sociedade.

    Informativo Ajufe
    Março de 2018

    A 38ª edição do Informativo da Ajufe traz as últimas atividades realizadas pela Ajufe entre o final de 2017 e o primeiro trimestre de 2018.

    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org