TRF-2 determina que “A Voz do Brasil” seja veiculada às 19h

    A 6ª Turma Especializada do TRF-2 negou o pedido das empresas Rádio Globo S/A, Rádio Globo Eldorado Ltda e Rádio Mundial S/A, que pretendiam impedir a União de multá-las por não transmitirem o programa radiofônico “A Voz do Brasil” no horário das 19 às 20h.  De acordo com a decisão do Tribunal, as emissoras de rádio não podem eximir-se da obrigatoriedade de retransmitir o programa no horário previsto na Lei nº 4.117/62 (que instituiu o Código Brasileiro de Telecomunicações).

    A sentença do TRF-2 se deu em resposta a apelação cível apresentada pela União contra decisão do juízo da 10ª Vara Federal do Rio, que havia julgado procedente o pedido das emissoras para que o horário de transmissão do programa pudesse ser flexibilizado. O relator do caso no TRF-2 é o desembargador federal Frederico Gueiros.

    De acordo com os autos, o governo, sustentou, entre outros argumentos, que nos contratos de concessão celebrados entre a União e as emissoras “consta a obrigatoriedade da retransmissão do programa  ‘Voz do Brasil’, no horário determinado pelo Poder Público, sob pena de multa”.  

    O desembargador federal Frederico Gueiros iniciou seu voto, explicando que o artigo 38 da Lei 4.117/62, que estabelece a obrigatoriedade de transmissão do programa oficial "A Voz do Brasil", foi incorporado pela Constituição Federal de 1988, que prevê a exploração, pela União, diretamente ou mediante autorização, concessão ou permissão, dos serviços de telecomunicações.

    Em suma, para o relator, “não podem as rádio-emissoras eximir-se do dever de transmitir o programa oficial denominado ‘A Voz do Brasil’, bem como fazê-lo em qualquer horário dentro de sua grade de programação”.

    O magistrado também ressaltou, em seu voto, que o intuito da lei é assegurar a difusão de informações de interesse público, não restringindo, de modo algum, a liberdade de criação e de informação jornalística.

    “A retransmissão obrigatória do programa "A voz do Brasil", visa alcançar todo o território nacional, a fim de atender ao próprio direito à informação, sendo que, ao afastar-se a sua obrigatoriedade, ou mesmo determinar horário diferente das 19h (horário de Brasília) se estaria prejudicando o direito dos cidadãos domiciliados em áreas mais remotas do País de acompanhar, a título de controle e participação democrática, a atividade desenvolvida pelos Poderes da República, pois a ciência dos projetos e realizações da Administração Pública, segundo a versão oficial, é informação essencial para o pleno exercício da cidadania”, encerrou.

    Fonte: TRF-2
    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 12

    Agora em formato digital, a edição reúne verdadeiros talentos da Justiça Federal, que mostram seus dons musicais, poéticos, em versos e até em fotografias.

    Agenda Político-Institucional
    Agenda Político-Institucional 2018

    O documento lançado em 2018 reúne as principais demandas legislativas, administrativas e judiciais de interesse da Ajufe, além dos projetos de integração entre associação e o cidadão. O objetivo é dar transparência à estratégia de ações da magistratura federal junto aos Três Poderes e à sociedade.

    Informativo Ajufe
    Março de 2018

    A 38ª edição do Informativo da Ajufe traz as últimas atividades realizadas pela Ajufe entre o final de 2017 e o primeiro trimestre de 2018.

    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org