Justiça Federal condena 15 da máfia dos caça-níqueis

    Grupo recebeu penas que variam de três a 15 anos de prisão

    A Justiça Federal do Rio condenou 15 envolvidos na chamada máfia dos caça-níqueis que atuava na Zona Oeste do Rio. O grupo é suspeito de dezenas de assassinatos cometidos durante a disputa pelo controle das máquinas. Os réus foram condenados pela 4ª Vara Federal, com penas que variam de três anos a 15 anos e dez meses e meio de prisão. O grupo condenado agora é considerado o segundo escalão da máfia dos jogos ilegais. Os chefões - os bicheiros Fernando Iggnácio e Rogério Andrade - já haviam sido condenados.

    Identificados durante a Operação Gladiador, desencadeada em dezembro de 2006 pela Polícia Federal, os condenados são acusados de formação de quadrilha armada, contrabando e corrupção. Todos podem apelar da decisão em liberdade.

    Entre os condenados estão policiais e bombeiros

    A Justiça condenou policiais como os soldados Carlos Eduardo Pereira Moncada e Antonio Carlos Macedo, este último assassinado no dia 10 de novembro deste ano no Recreio dos Bandeirantes; e Jorge Feliz de Souza e Luciano Barros de Novaes. Seus papéis na quadrilha incluíam a movimentação dos caça-níqueis e a proteção dos contraventores e de seu patrimônio. Foram ainda condenados advogados e um jornalista, suspeitos de repassarem informações sobre planos policiais para a quadrilha.

    Segundo a Justiça Federal e o Ministério Público Federal, a quadrilha contrabandeava engrenagens eletrônicas usadas para montar os caça-níqueis, sendo que Ronaldo Neves Leite seria o responsável por obtê-las em São Paulo para o grupo de Fernando Iggnácio. Os réus condenados a menos de quatro anos de prisão tiveram as penas convertidas para prestação de serviços comunitários e pagamento de 20 a 50 salários mínimos.

    Fonte: O Globo
    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 12

    Agora em formato digital, a edição reúne verdadeiros talentos da Justiça Federal, que mostram seus dons musicais, poéticos, em versos e até em fotografias.

    Agenda Político-Institucional
    Agenda Político-Institucional 2018

    O documento lançado em 2018 reúne as principais demandas legislativas, administrativas e judiciais de interesse da Ajufe, além dos projetos de integração entre associação e o cidadão. O objetivo é dar transparência à estratégia de ações da magistratura federal junto aos Três Poderes e à sociedade.

    Informativo Ajufe
    Março de 2018

    A 38ª edição do Informativo da Ajufe traz as últimas atividades realizadas pela Ajufe entre o final de 2017 e o primeiro trimestre de 2018.

    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org