Área de Abrolhos voltará a ter licitação

    O governo poderá voltar a licitar blocos de petróleo em um raio de 50 quilômetros do Parque Nacional Marinho de Abrolhos e adjacências, no sul da Bahia, após obter vitória contra decisão da Justiça Federal de Eunápolis (BA), que proibia qualquer atividade petrolífera na área. Com a decisão do Tribunal Federal da Primeira Região, as empresas que atuam na área também poderão prosseguir com suas atividades.

    Ao todo, existem 16 blocos exploratórios nas bacias do Jequitinhonha e do Espírito Santo, total ou parcialmente inseridos no raio de 50 quilômetros de Abrolhos, arrematados nas rodadas de licitações 3, 4, 5, 6, 7 e 9. Além da Petrobras, que possui 11 blocos, atuam na área a Parenco, com dois blocos, a Queiroz Galvão, a Shell e a indiana ONGC, segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A ANP ressaltou que, no caso de novas licitações, a concessão ainda estará sujeita ao requerimento de licença ambiental ao Ibama.

    O Parque de Abrolhos tem a maior biodiversidade do Atlântico Sul, com ambientes marinhos diversos, incluindo recifes de coral, fundos de algas, manguezais, praias e restingas.

    Na sentença de liberação, o desembargador Olindo Menezes afirmou que a decisão de suspender a atividade no local, tomada no início do ano pela Justiça Federal de Eunápolis, acarreta "grave lesão à ordem e à economia pública". Ele sustentou que a suspensão total das atividades "atinge o planejamento estratégico do País em relação à matriz energética, o que certamente coloca em risco a própria segurança nacional."

    Fonte: Agência Reuters 

    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 12

    Agora em formato digital, a edição reúne verdadeiros talentos da Justiça Federal, que mostram seus dons musicais, poéticos, em versos e até em fotografias.

    Agenda Político-Institucional
    Agenda Político-Institucional 2018

    O documento lançado em 2018 reúne as principais demandas legislativas, administrativas e judiciais de interesse da Ajufe, além dos projetos de integração entre associação e o cidadão. O objetivo é dar transparência à estratégia de ações da magistratura federal junto aos Três Poderes e à sociedade.

    Informativo Ajufe
    Março de 2018

    A 38ª edição do Informativo da Ajufe traz as últimas atividades realizadas pela Ajufe entre o final de 2017 e o primeiro trimestre de 2018.

    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org