Justiça e hospitais particulares ainda não entraram em acordo

    Continua a queda de braço entre a Justiça e os hospitais Primavera, São Lucas e Renascença em relação à reabertura das urgências pediátricas. Os prazos concedidos por juizes federais já foram expirados e a Sociedade Sergipana de Pediatria, até ontem pela manhã, não havia recebido retorno da proposta de trabalho enviada aos hospitais no último dia 30. Uma audiência entre médicos e a direção do Hospital São Lucas está marcada para a manhã de hoje, no Ministério Público Estadual.

    A direção dos três hospitais foi procurada pela equipe de reportagem do JORNAL DA CIDADE, ontem pela manhã, mas ninguém falou sobre o assunto. A Assessoria de Comunicação do Hospital Primavera disse que a direção decidiu por não se pronunciar mais; o diretor do Hospital Renascença, único que poderia falar, não estava no hospital; e o diretor do São Lucas estava em reunião.

    A última decisão quanto ao Hospital Renascença foi publicada na terça-feira. O juiz da 2ª Vara Federal concedeu um prazo de 48 horas para que o atendimento fosse restabelecido, caso contrário a multa diária seria majorada de R$ 10 mil para R$ 30 mil. Já a última decisão relativa ao Primavera foi adotada na quarta-feira, pelo juiz federal substituto Rafael Soares Souza.

    Em sua decisão, ele disse que "é simplesmente inacreditável que um réu como o Hospital Primavera não consiga contratar alguns dos mais de cem pediatras atuantes em Aracaju para cumprir a decisão". Pelo descumprimento da decisão anterior, ele aumentou a multa diária para R$ 50 mil.

    "Se os hospitais contrataram pediatras, ainda não estamos sabendo. E ainda não chegou nenhuma resposta oficial da proposta enviada no dia 30 aos hospitais", enfatizou Glória Tereza, presidente da Sociedade Sergipana de Pediatria. A orientação do Movimento SOS Criança é que em caso de não haver atendimento pediátrico nas urgências, os pais que pagam plano de saúde procurem uma delegacia para prestar queixa. As ações do movimento podem ser acompanhas através do site http://soscriancaaju.blogspot.com.

    Hospital público atende demanda

    O movimento no Hospital Pediátrico do Estado aumentou 70% entre o mês de dezembro e os primeiros dias de janeiro. As férias escolares e o fechamento das urgências pediátricas da rede privada foram os motivos apontados pela direção da unidade que funciona na antiga Maternidade Hildete Falcão. A população que precisou do atendimento ontem à tarde reclamou da demora no atendimento.

    "Cheguei aqui às 11 com esse menino ardendo em febre. São quase quatro horas e ainda não fomos atendidos", lamentou a dona-de-casa Tatiane Santos Menezes, mãe um garotinho de três anos. Ela mora no Almirante Tamandaré, bairro próximo à localidade onde está o hospital pediátrico, mas essa foi a primeira vez que precisou daquela unidade. "Fui em casa, almocei e voltei e ainda estamos aqui", reforçou.

    A professora Ana Lauriza de Aquino Silva chegou ao hospital às 8 horas com o filho de quatro anos vomitando e com diarréia. Ela contou que apesar dos vômitos e do mal-estar do garoto, só foi atendida às 11 horas. Mãe e filho deixaram a unidade às 16 horas. "Ele foi medicado bem. Os médicos atenderam muito bem, mas acho que faltou uma triagem melhor. A demora aqui é péssima", falou.

    O assessor de comunicação do Huse, Glauco Vinícius, esclareceu que, diante do crescente número de pacientes no setor pediátrico, a direção do Huse está fazendo o possível para que o atendimento seja realizado dentro do padrão de qualidade exigido pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

    Ele informou que a pediatria do Huse conta 16 médicos por turno, 24 horas por dia, distribuídos da seguinte forma: quatro na urgência, seis no internamento e outros seis no ambulatório. Além destes profissionais, a unidade dispõe ainda de especialistas como cardiologista, oftalmologista, otorrinolaringologista, entre outros. O Huse também é o único hospital de Sergipe com Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica.

    Fonte: Jornal da Cidade - Aracaju
    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 12

    Agora em formato digital, a edição reúne verdadeiros talentos da Justiça Federal, que mostram seus dons musicais, poéticos, em versos e até em fotografias.

    Agenda Político-Institucional
    Agenda Político-Institucional 2018

    O documento lançado em 2018 reúne as principais demandas legislativas, administrativas e judiciais de interesse da Ajufe, além dos projetos de integração entre associação e o cidadão. O objetivo é dar transparência à estratégia de ações da magistratura federal junto aos Três Poderes e à sociedade.

    Informativo Ajufe
    Março de 2018

    A 38ª edição do Informativo da Ajufe traz as últimas atividades realizadas pela Ajufe entre o final de 2017 e o primeiro trimestre de 2018.

    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org