Primeira sessão do Judiciário em Dia de 2011 julga 246 processos no TRF-3

    Ao todo, 246 ações foram julgadas nesta quarta-feira (12/1) pelo mutirão Judiciário em Dia, realizado com o apoio do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3). O mutirão de julgamentos, que tem por objetivo reduzir o acervo de processos de competência do TRF-3, é resultado de uma parceria entre o CNJ, o Conselho da Justiça Federal (CJF) e o Tribunal.

    Para a desembargadora que presidiu a sessão Alda Basto o mutirão Judiciário em Dia só é possível por causa do esforço dos juízes da primeira instância: “Os juízes que estão aqui no mutirão são muito práticos, objetivos e rápidos. Estamos trabalhando conforme o CNJ nos recomendou, que produzíssemos os votos e relatórios com objetividade, rapidez e com palavras simples, para que todas as pessoas pudessem entender”, explica a desembargadora.

    Ainda segundo ela, todos os processos que estão para serem julgados no mutirão possuem alguma peculiaridade: “Aqueles processos repetitivos, parecidos, nós já julgamos todos. O que ficou são justamente matérias diferenciadas, que exigem muito mais de nós, magistrados”.

    Durante a sessão, foram julgados principalmente processos de Execução Fiscal e de Direito Tributário. No entanto, a desembargadora Alda Basto destacou o caso de um senhor não formado em jornalismo, mas que leciona em faculdade de jornalismo desde 1988. “O Ministério da Educação o proibiu de dar aulas e ele estaria impedido de lecionar enquanto não tivesse o título de jornalista. Só que em 1988 havia um decreto-lei, de 1965, que permitia que ele, mesmo não sendo formado, pudesse dar aulas. Hoje, nós reconhecemos por unanimidade que ele possui direito adquirido e que pode lecionar. É um preceito constitucional dentro de uma democracia que aquilo que você já tinha direito perante uma lei que vigia à época, seja seu direito permanente”.

    Já a ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPF) que pedia o cancelamento judicial da concessão da rádio Record em São Paulo e das outorgadas à rádio, TV Record de Franca e TV Record de Rio Preto, sem  indenização, foi julgada improcedente pelos integrantes do mutirão.

    Processômetro - A sociedade pode acompanhar a quantidade de processos e recursos julgados pelo mutirão “Judiciário em Dia” por meio do instrumento eletrônico de controle denominado “processômetro”. O indicador está disponível na página do TRF3, no site www.trf3.jus.br . Até esta data foram julgadas 22.776 ações.

    Fonte: CNJ
    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 12

    Agora em formato digital, a edição reúne verdadeiros talentos da Justiça Federal, que mostram seus dons musicais, poéticos, em versos e até em fotografias.

    Agenda Político-Institucional
    Agenda Político-Institucional 2018

    O documento lançado em 2018 reúne as principais demandas legislativas, administrativas e judiciais de interesse da Ajufe, além dos projetos de integração entre associação e o cidadão. O objetivo é dar transparência à estratégia de ações da magistratura federal junto aos Três Poderes e à sociedade.

    Informativo Ajufe
    Março de 2018

    A 38ª edição do Informativo da Ajufe traz as últimas atividades realizadas pela Ajufe entre o final de 2017 e o primeiro trimestre de 2018.

    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org