Justiça Federal envia ao Supremo autos de ação contra Protógenes

    A Justiça Federal enviou ao Supremo Tribunal Federal os autos da ação penal contra o delegado da PF Protógenes Queiroz, condenado a 3 anos e 11 meses de prisão por violação de sigilo funcional e fraude processual no curso da Operação Satiagraha.

    O juiz Ali Mazloum, da 7.ª Vara Criminal Federal de São Paulo, decidiu encaminhar o caso ao STF porque Protógenes foi eleito e diplomado deputado federal (PC do B), cargo que lhe confere foro privilegiado perante a instância máxima do Judiciário.

    A decisão de Mazloum tem amparo no artigo 53 da Constituição, que prevê o julgamento de deputados e senadores perante o STF.

    Criador da Satiagraha - investigação sobre o banqueiro Daniel Dantas -, Protógenes recorreu da condenação ao Tribunal Regional Federal da 3.ª Região (TRF3).

    Mazloum considera que compete ao Supremo, agora, julgar a apelação do delegado contra a sentença que o condenou: "A partir da diplomação no cargo de deputado federal do acusado Protógenes de Queiroz, o "juiz natural" do caso passou a ser o STF."

    Ele determinou, ainda, o envio ao STF do inquérito que investiga "atividades de espionagem do delegado, missões clandestinas com grampos telefônicos e filmagens ilegais, além de monitoramento de autoridades com prerrogativa de foro".

    Na mira de Protógenes estariam juízes, advogados, políticos e jornalistas.

    Fonte: O Estado de S.Paulo
    Programa
    TV Justiça
    Sábado às 16:30 Oi 21 | CLARO 05 | SKY 24 | NET 26 | VIVO/GVT 232
    Reprise:
    Segunda 11:00 | Quarta 11:00 | Sexta 11:00 | Domingo 15:00

    Boas Práticas na Justiça

    Cadastro

    Seja um Associado da Ajufe!

    Revista de Cultura
    Revista de Cultura nº 12

    Agora em formato digital, a edição reúne verdadeiros talentos da Justiça Federal, que mostram seus dons musicais, poéticos, em versos e até em fotografias.

    Agenda Político-Institucional
    Agenda Político-Institucional 2018

    O documento lançado em 2018 reúne as principais demandas legislativas, administrativas e judiciais de interesse da Ajufe, além dos projetos de integração entre associação e o cidadão. O objetivo é dar transparência à estratégia de ações da magistratura federal junto aos Três Poderes e à sociedade.

    Informativo Ajufe
    Março de 2018

    A 38ª edição do Informativo da Ajufe traz as últimas atividades realizadas pela Ajufe entre o final de 2017 e o primeiro trimestre de 2018.

    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org