Instituto J&C lança livro "Liberdades" com participação dos ministros do STF

    Todos os onze atuais ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) são coautores do livro “Liberdades”, que será lançado pelo Instituto Justiça & Cidadania (IJC) no próximo dia 3 de agosto (quarta-feira), às 18h, no Salão Branco do STF, em Brasília (DF). Na obra, publicada em comemoração à passagem do Bicentenário da Independência e dos 130 anos do Supremo, cada magistrado tratou de um aspecto da liberdade, sob o prisma da Constituição de 1988.

    Os temas escolhidos foram os seguintes:

    • Ministro Luiz Fux (presidente do STF) – Liberdade econômica;
    • Ministra Rosa Weber (vice-presidente do STF) – Liberdade sindical;
    • Ministro Gilmar Mendes (decano) – Liberdade de ir e vir;
    • Ministro Ricardo Lewandowski – Liberdade de reunião;
    • Ministra Cármen Lúcia – Liberdade de imprensa;
    • Ministro Dias Toffoli – Liberdade de expressão;
    • Ministro Luís Roberto Barroso – Liberdade sexual;
    • Ministro Edson Fachin (presidente do Tribunal Superior Eleitoral/ TSE) – Liberdade do eleitor;
    • Ministro Alexandre de Moraes (vice-presidente do TSE) – Liberdade do candidato;
    • Ministro Nunes Marques – Liberdade empresarial;
    • Ministro André Mendonça – Liberdade religiosa.

    A obra conta ainda com artigos do presidente da Comissão de Estudos Constitucionais da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, e do professor de Direito Penal Pierpaolo Bottini, que escreveram, respectivamente, artigos sobre a liberdade profissional e sobre a liberdade de ensino e aprendizagem. O prefácio é assinado pelo relator-geral da Constituição de 1988, o ex-senador Bernardo Cabral.

    “Pensadores, filósofos, artistas e intérpretes do Direito estarão sempre convidados a atualizar as definições da liberdade ao espírito dos tempos em que vivem. Foi justamente esse o honroso convite feito pelo Instituto Justiça & Cidadania aos atuais ministros do Supremo Tribunal Federal: registrar em livro concepções atuais sobre diferentes aspectos da liberdade sob o prisma da Constituição Federal de 1988”, anota o Ministro Luiz Fux na contracapa do livro.

    Cartilha e exposição – Com o intuito de promover a aproximação do STF com a sociedade, o IJC produziu uma cartilha com a versão juvenil do livro “Liberdades”. Além de resumos adaptados dos textos dos ministros e juristas, a publicação reúne obras de artistas visuais de todo o Brasil, que sintetizam, por meio de seus traços, os mesmos aspectos da liberdade. Coordenado pelo grafiteiro e rapper Fael Tujaviu, diretor da Escola Carioca de Graffiti, o grupo conta com outros expoentes da street art nacional, como Chermie, Mudof, Bart, AioG e outros. As ilustrações compõem ainda a exposição “Liberdades”, que estará à mostra durante o lançamento do livro.

    WhatsApp Image 2022 07 29 at 14.52.24

    JCTV – Durante o lançamento do livro no dia 3 de agosto, também será apresentado o projeto “STF, 130 anos de memória institucional, pesquisa e produção digital”, por meio do qual – com apoio da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) e da Confederação Nacional da Indústria (CNI) – o IJC digitalizou mais de 9 mil horas de gravações em vídeo das sessões da Suprema Corte, recuperadas a partir de fitas antigas, anteriores à criação da TV Justiça. Um material de valor inestimável para a preservação da história do Poder Judiciário brasileiro, que será disponibilizado em definitivo para a consulta pública na Internet.

    Estátua e medalha – Será inaugurada ainda na ocasião a Estátua de Dom Quixote, presenteada pelo IJC ao STF. Idêntica a outras duas esculturas já inauguradas no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e no Tribunal Superior do Trabalho (TST), a obra evoca o personagem de Miguel de Cervantes como símbolo da coragem, lealdade e idealismo na luta por justiça. Por fim, os ministros do STF – aposentados e em atividade – serão homenageados com a edição especial da Medalha Justiça e Cidadania.

    Tags:
    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?

    Ajufe.org

    A Ajufe utiliza cookies com funções técnicas específicas.

    Nós armazenamos, temporariamente, dados para melhorar a sua experiência de navegação. Nenhuma informação pessoal é armazenada ou capturada de forma definitiva pela Ajufe. Você pode decidir se deseja permitir os cookies ou não, mas é necessário frisar que ao rejeitá-los, o visitante poderá não conseguir utilizar todas as funcionalidades do Portal Ajufe. Enfatiza-se, ainda, que em nenhum momento cria-se qualquer tipo de identificador individual dos usuários do site. Para demandas relacionadas a Tratamento de Dados pela Ajufe, entre em contato com privacidade@ajufe.org.br.