Ajufe, Ajufesp e Ajufems apresentam petição sobre desativação do MPF em Ponta Porã

    A Ajufe, a Ajufesp e a Ajufems apresentaram nova manifestação quanto à desativação da unidade do Ministério Público Federal em Ponta Porã (MS) à relatora do processo no Conselho Nacional do Ministério Público, Sandra Krieger. O pedido será julgado na sessão do CNMP nesta terça-feira (10).

    Na petição, as associações destacam que o Estado não pode se esquivar dos problemas enfrentados em Ponta Porã ao alterarem a sede do MPF para 122 km de distância. “Quanto aos argumentos de falta de estrutura da unidade do MPF de Ponta Porã, deve-se, a priori, aventar-se a possibilidade de se transferir a unidade para outro edifício localizado em Ponta Porã, situação que, a partir da leitura dos autos, não se verifica que tenha sido cogitada”, diz trecho do documento.

    Por esse motivo, as entidades reiteram a apreciação da liminar já apresentada e destacam, por fim, o comprometimento da Prefeitura ao oferecer esforços “a fim de viabilizar a doação ou locação de imóvel que atenda às necessidades do Ministério Público Federal em Ponta Porã, evitando-se seu fechamento”.

    Veja a petição: http://bit.ly/Peticao-MPF

    Tags:
    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org