Frente das Mulheres Magistradas firma compromisso entre 28 associações do país

    Magistradas de todo o país se reuniram, no mês de agosto, em São Paulo, no Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região, para a criação da Frente das Mulheres Magistradas, com a finalidade de discutir a participação feminina no Poder Judiciário e formular uma pauta comum de atuação.

    A criação da Frente das Mulheres Magistradas objetiva identificar pontos de de convergência entre as entidades de classe da magistratura em favor das suas associadas mulheres e do aumento da sua participação no espaço público, garantindo a autonomia de cada entidade nas suas deliberações sobre o tema, mas estabelecendo um ideal de cooperação e produção de informações de qualidade sobre os itens aprovados na Carta.

    Ganham destaque diversas iniciativas que já estavam em curso no âmbito da Comissão da Ajufe Mulheres, uma das pioneiras no assunto, tais como a continuidade do Seminário “Mulheres no Sistema de Justiça: desafios e trajetórias”, em 2019, a realização de pesquisas e eventos que debatam a representatividade das mulheres na magistratura.

    A criação da Frente está ainda em conformidade com a Política Nacional de Incentivo à Participação Institucional Feminina no Poder Judiciário, instituída pela Resolução CNJ n. 255 (4/9/2018). O Grupo de Trabalho criado pelo Conselho para atuar na formulação das ações é integrado pela Vice-Presidente da Ajufe na 4ª Região e também integrante da Comissão Ajufe Mulheres, Patrícia Panasolo. 

    Leia a Carta de São Paulo, manifesto da Frente das Mulheres Magistradas.

    Tags:
    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org