Seminário chega ao fim com discussões sobre métodos para aumentar a celeridade processual

    O “I Seminário de Processo Civil AJUFE/IBDP – Julgamentos repetitivos e seus impactos na Justiça Federal” encerrou o primeiro dia com a palestra do presidente do IBDP, Paulo Henrique Lucon, na sede do Conselho da Justiça Federal, em Brasília.

    O presidente do IBDP destacou a necessidade de fortalecimento do primeiro grau de jurisdição do Brasil. “Qualitativamente os juízes brasileiros são preparados, mas deve se ter um controle sobre isso”, destacou Lucon.

    “Valorizar o primeiro grau de jurisdição com a retirada do efeito suspensivo dos recursos”. Para o presidente do IBDP esse é um dos pontos para aumentar a velocidade do julgamento dos processos diminuindo a burocratização e percursos tramitados atualmente.

    O seminário continua até amanhã, terça-feira (23), com uma programação voltada para magistrados, promotores, procuradores da República, professores, advogados, servidores do Poder Judiciário, estudantes de Direito, e operadores do Direito.

    Tags:
    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org