Ministro Humberto Martins lança revista com balanço de seu primeiro ano de gestão no CJF

    A publicação, produzida pela Assessoria de Comunicação Social do Conselho, foi apresentada na sessão ordinária de julgamento dessa segunda-feira (30/8)

     

     

    O presidente do Conselho da Justiça Federal (CJF), ministro Humberto Martins, lançou na sessão ordinária de julgamento dessa segunda-feira (30/8), realizada na sede do CJF, a revista “Prestando Contas Conselho da Justiça Federal - Ano I”, que divulga o trabalho realizado ao longo de seu primeiro ano de gestão à frente do CJF, completado em 27 de agosto de 2021. O objetivo da publicação, produzida pela Assessoria de Comunicação Social (Ascom) do CJF, é proporcionar mais transparência às ações e decisões emanadas pelo Conselho em benefício da sociedade.

    Durante a exposição da revista, o presidente do CJF declarou sua gratidão a todos que participaram deste primeiro ano de trabalho: “Agradeço a todos os ministros, conselheiros, subprocuradores, servidores, à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), à Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) e a todos que participaram dessa gestão. Durante um ano, nós tivemos sempre o apoio incondicional de todos e de todas. Em meu nome e em nome do ministro Jorge Mussi, vice-presidente do CJF, o nosso muito obrigado”. 

    Acompanharam presencialmente a sessão, o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Joel Ilan Paciornik e os presidentes dos Tribunais Regionais Federais (TRFs) da 1ª Região, desembargador federal I’talo Fioravanti Sabo Mendes, da 4ª Região, desembargador federal Ricardo Teixeira do Valle Pereira, e da 5ª Região, desembargador federal Edilson Pereira Nobre Júnior. Também estiveram no plenário o secretário-geral do CJF, juiz federal Marcio Luiz Coelho de Freitaso presidente da Ajufejuiz federal Eduardo André Brandão de Brito Fernandes, e o representante do Conselho Federal da OAB, advogado Luiz Cláudio Allemand. 

    Os demais conselheiros e autoridades participaram da sessão de forma virtual. 

     

    Revista

    Na publicação “Prestando Contas”, é possível encontrar detalhes da execução orçamentária e financeira do CJF, do trabalho administrativo do Órgão, os eventos realizados e o número de sessões de julgamento realizadas pelo plenário: ao todo, foram 16 sessões, sendo nove presenciais com suporte de vídeo e sete virtuais, que resultaram no julgamento de 112 processos administrativos e na aprovação de 60 Resoluções. 

    Também foram destacados na revista os desafios enfrentados pela gestão do ministro Humberto Martins para manter o funcionamento do Conselho durante a pandemia da Covid-19, as principais parcerias firmadas com órgãos de relevo, o investimento em tecnologia e na implementação de novos sistemas, além das atividades realizadas pela Corregedoria-Geral da Justiça Federal (CG), pelo Centro de Estudos Judiciários (CEJ) e pela Turma Nacional de Uniformização dos Juizados Especiais Federais (TNU), unidades que integram a estrutura orgânica do Conselho.

    O leitor conhecerá ainda projetos concluídos e em andamento, a exemplo de obras em edificações da Justiça Federal que visam proporcionar mais acessibilidade e inclusão ao público, bem como uma prestação jurisdicional mais célere e moderna.

    Confira aquia revista “Prestando Contas Conselho da Justiça Federal - Ano I. (Link: https://bit.ly/3zwZdMw)

     

     

    Fonte: Ascom/CJF.

    Tags:
    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?

    Ajufe.org

    A Ajufe utiliza cookies com funções técnicas específicas.

    Nós armazenamos, temporariamente, dados para melhorar a sua experiência de navegação. Nenhuma informação pessoal é armazenada ou capturada de forma definitiva pela Ajufe. Você pode decidir se deseja permitir os cookies ou não, mas é necessário frisar que ao rejeitá-los, o visitante poderá não conseguir utilizar todas as funcionalidades do Portal Ajufe. Enfatiza-se, ainda, que em nenhum momento cria-se qualquer tipo de identificador individual dos usuários do site. Para demandas relacionadas a Tratamento de Dados pela Ajufe, entre em contato com privacidade@ajufe.org.br.