Ministro Noronha participa de última sessão do CNJ como Corregedor Nacional da Justiça

     

    A 276ª Sessão Ordinária do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) marcou a última participação do ministro João Otávio Noronha como Corregedor Nacional de Justiça. Ao fim da reunião, o ministro saudou a presidente do CNJ, ministra Cármen Lúcia, e demais autoridades presentes, e fez um panorama de sua atuação junto ao órgão. Noronha ressaltou ainda o importante trabalho que vem sendo realizado pelas Associações da magistratura brasileira.

    “O meu relacionamento não parou nos meus funcionários. Ele se estendeu às Associações. À AMB, à Anamatra, à Ajufe, que tivemos o Veloso, e agora nós temos o Fernando. Acredito que, com divergências pontuais, o que é muito salutar, agradeço pelo nível do debate que se estabeleceu nessa convivência, engrandecendo muito o Conselho Nacional de Justiça. Assim como eu os ouvi, eles me ouviram. A sinceridade deles era retribuída com minha habitual franqueza”, relatou o ministro.

    O ministro João Otávio de Noronha será o novo presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Em sessão de 6/6, os ministros da corte escolheram Noronha, por aclamação, e a ministra Maria Thereza de Assis Moura como vice-presidente, para o biênio 2018-2020. Noronha substitui a ministra Laurita Vaz.

    A posse está prevista para o final deste mês (29).

    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org