Projeto social da Ajufe entrega certificados de cursos a apenados do Rio Grande do Norte

    Nesta sexta-feira (16/9), o juiz federal Rafael Wolff representou a Ajufe em solenidade de entrega dos certificados aos apenados que realizaram os cursos vinculados ao projeto “Ajufe por um Mundo Melhor”, na penitenciária estadual Dr. Francisco Nogueira, no município de Nísia Floresta, no Rio Grande do Norte. O ex-presidente da Ajufe, Walter Nunes, e o vice-governador do RN, Antenor Roberto Soares de Medeiros, também estiveram presentes.

    O programa é uma parceria entre o Instituto Mundo Melhor (IMM), a Ajufe e o Departamento de Polícia Penal (DPP). Os cursos, sem fins lucrativos, visam fomentar o desenvolvimento social, uma vez que viabilizam a ressocialização dos reeducandos. “O Projeto Ajufe por um Mundo Melhor é a contribuição dos juízes federais em prol da ressocialização, auxiliando o retorno dos reeducandos ao convívio social através da qualificação pela educação”, avalia o juiz federal Rafael Wolff.

    O projeto - A parceria entre a Ajufe e o IMM prevê a destinação de valores de contas de prestação pecuniária para aquisição de diversos materiais, visando a instalação de salas virtuais de aprendizagem em unidades penais em todo o país. Tais cursos podem ser utilizados como remição de pena.

    Atualmente o projeto Ajufe por um Mundo Melhor funciona no Rio Grande do Sul, Alagoas, Santa Catarina, Paraná, Pernambuco, Maranhão, Roraima, Paraíba e Rio Grande do Norte.

    Tags:
    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?

    Ajufe.org

    A Ajufe utiliza cookies com funções técnicas específicas.

    Nós armazenamos, temporariamente, dados para melhorar a sua experiência de navegação. Nenhuma informação pessoal é armazenada ou capturada de forma definitiva pela Ajufe. Você pode decidir se deseja permitir os cookies ou não, mas é necessário frisar que ao rejeitá-los, o visitante poderá não conseguir utilizar todas as funcionalidades do Portal Ajufe. Enfatiza-se, ainda, que em nenhum momento cria-se qualquer tipo de identificador individual dos usuários do site. Para demandas relacionadas a Tratamento de Dados pela Ajufe, entre em contato com privacidade@ajufe.org.br.